R e v i s t a . e l e c t r ó n i c a . d e . f i c ç ã o . c i e n t í f i c a . e . f a n t á s t i c o

Imagem e Semelhança

por Carlos Orsi Martinho

conto publicado em 15.06.2002

republicado em 22.01.2004

Página: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7

IV.

A segunda leitura do título também é capciosa: quem vê a expressão "reglas de la orden" pode imaginar que o livro contém regulações monásticas, como as "regras da ordem" de São Benedito ou de São Francisco. Bem, é quase isso. Mas a "Ordem de Aragão" era, ou é, algo mais - muito mais. Tratava-se, pelo que pude compreender, de uma ordem militar, como os Templários ou os Hospitalários. Mas sua missão... ah, sua missão...
"Garantir que Tróia arda em chamas; que Cristo pereça na Cruz; que venham abaixo as muralhas de Jericó; que o Sol nasça duas vezes sobre o próprio berço, com grande dano e pesar; e que os peregrinos brancos levem duas pequenas luas em oferenda à Deusa Hécate, depositando-as junto à face árida de Diana".
Isso é apenas parte do texto; é um dos trechos de que me lembro de cor. Você vê? que "o Sol nasça duas vezes sobre o próprio berço", e com "grande dano", não lembra bastante a idéia de duas bombas atômicas sobre a Terra do Sol Nascente? A segunda referência é um pouco mais difícil de decodificar, mas não menos surpreendente: Diana era a deusa da Lua para os romanos; Hécate, a deusa-lua das bruxas medievais; e, porra, um dos astronautas que foram até a Lua, usando trajes brancos, levou, e essa é ótima, duas merdas de bolas de golfe!
Em suma, o Livro das Regras da Ordem de Aragão, provavelmente um dos primeiros tomos impressos na Península Ibérica, contém conhecimento positivo sobre os séculos adiante. Mais provas? Em outro trecho fala-se da chegada de "mulheres em armadura às areias frias e vermelhas do Areópago", e Areópago, claro, é o palácio do deus da Guerra, Marte. Um planeta coberto por areias vermelhas. Entende? O que mais seriam essas "mulheres em armadura", se não mulheres-astronautas do futuro? Do nosso futuro?
Então, o que seria a Ordem de Aragão? Uma sociedade secreta que, em algum momento do passado, decidiu como a história deveria ser e, a partir daí, passou a guiar os passos da humanidade, como se diz dos Iluminados da Bavária e de certos ramos da maçonaria? Se fosse isso, eles não teriam informação sobre o futuro; teriam, apenas, projetos a realizar. Ou...
A alternativa me fez tremer: ou seriam viajantes do tempo.

V.

Viajantes do Tempo! Perdi duas noites de sono, duas noites passei acordado, olhando fixamente para o fogo que ardia na lareira de pedra antiga, no quarto da pousada em que me havia hospedado. Duas noites, tentando descobrir o que esse conceito poderia significar para mim, para meu projeto, para minhas angústias.
Pensando, pensando sem parar.
A primeira idéia que se cristalizou foi a do Início dos Tempos. O Big Bang. A Singularidade. E se fosse possível chegar até ali? E interferir? E...
Não. Meu problema não estava no Primeiro Dia da criação, mas um pouco mais adiante. Abandonei a idéia do Big Bang, e passei a me concentrar no início da vida. Pensei no charco primordial, na argila onde moléculas simples de carbono, nitrogênio e hidrogênio iriam, pela primeira vez...
E se eu estivesse lá?
E se eu cagasse, mijasse, sangrasse ou cuspisse ali? Bem ali, no lugar exato?
Então, toda vida na Terra teria surgido a partir de mim, não é? De meus átomos, minhas moléculas, meu DNA. E todos, dos porcos aos macacos, e o homem, e os vírus, existiriam à minha imagem e semelhança.

Página: 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7

Gostou deste texto? Ajude-nos a oferecer-lhe mais!

 

Imagem e Semelhança